sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Uma mensagem






Foi nessa escultura que li tua mensagem
Estava tão parado no seu tempo que descobri
Que teu teus olhos não me viam
Que tuas mãos as minhas não esperavam


Ali , no lindo jardim de Luxembourg eu chorei
As lágrimas mais tristes que Deus criou
As do amor incompreendido, do calor perdido
Hoje olho meu álbum de retratos e vejo
Uma lágrima manchando a foto
A foto me olhando com pena da dor
A dor olhando paris e paris sorrindo pra mim
Ah paris, sempre perdoando amores
Te amo 💕

Vaso de flores



Meninos segurando flores
Flores transbordando vasos 
A minha retina abordando cores
As flores e cores transbordando amores
Mil...

Rue Madame



Na rue Madame havia uma porta 
Não era uma porta qualquer, havia madame
Não uma madame qualquer, uma fina senhora 
Ela morava lá , atrás da porta , elegantérrima

Tão fina e elegante senhora pois rua era
Tão bela e graciosa criatura que só lá existe

Em Saint Germain des près ela é única 
Lá em paris habita uma senhora porta,
Uma porta, sim senhora!

Une Madame , tout simplement ...

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Negro gato




Negro gato

Eu, na minha juventude, fui de encontro às aventuras musicais e esbarrei no Luis Melodia, um jovem negro do morro do Estácio que se lançava na concorrida carreira musical dos anos 70. Eu fiquei cunhado do artista por um mero acaso e chegamos a curtir algumas noites musicais juntos, onde já se via o brilhantismo do franzino cantor-compositor, preto, negro, pobre e feio. Foi assim que o convidei para uma festa na minha casa no Alto da Boa Vista, onde meu pai gostava de celebrar a sua vaidade e ouvir músicas; às 4 horas da manhã era servida uma tradicional feijoada... Bons tempos em que o Negro gato sentado na grama fria tocava suas músicas e meu pai, ao notar o movimento dos convidados para ouvi-lo me perguntou: " quem é aquele neguinho que toca na grama? " , eu respondi simplesmente, " um amigo, Luis Melodia " ; pois bem, o neguinho comeu e entrou na casa para mostrar seu talento aos ouvintes. A vida seguiu, cada qual no seu caminho, alguns anos mais tarde nos esbarramos em outro encontro rápido, já famoso, foi de uma simplicidade a me convidar para tomar uma cerveja e lembrar fatos comuns.
 O Negro gato é, sem dúvida alguma, um gênio da música. Tinha uma voz aveludada e afinadíssima! Aos que gostam de música e de gatos não deixem de conhecê-lo no magnífico disco " Maravilhas contemporâneas "( 1976 ), onde sua criatividade vai buscar no jazz o tempero das composições, um artista revolucionário, um felino saltando sobre telhados musicais únicos, beirando a perfeição.

Eu quero é mel !

Descanse meu ídolo, na paz, junto aos gatinhos do céu.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Quebra-mar

Me deram o nome de quebra-mar 
O mar não se quebra nem se dobra
O mar é parte de outra parte e não se parte
O mar é o tudo 

O céu é testemunha do nosso amor quebrado, queimando ao sol ardente 

O sal dosa a saliva dos beijos eternamente roubados na areia branca

Não sou nada mais que um caminho reto em direção do horizonte distante 
Não me chamem de quebra-mar, só de pedra amar ou melhor só de amar

O mar


terça-feira, 25 de julho de 2017

Barra da Tijuca







Barra da tijuca que já fostes virgem e pura
Tinhas tatuís, siris, ostras e até tartarugas
A lagoa te lambia com águas puras, beijos
Teu mar era bravio e engolia gente

Hoje a gente te engole com concreto
Sujamos tuas águas, tua pureza é passado
Teu jeito mulher continua lindo como o mar
Sabes ser mulher vivida e atrevida

Sabes ser bela como nunca antes
Sob o sol do inverno
Esperas o verão
Te abraçar


quarta-feira, 5 de julho de 2017

Notre Dame



Aquela igreja se impõe majestosa
Por lá andaram corcundas e fantasmas 
Já assistiu mortes e guerras , resistiu...

Fez seu plantar na beira do Sena 
E agora gasta seu tempo olhando a cidade...

De um lado para o outro pessoas se esbarram 
Para ver ela , que continua rezando por ela 
Paris 
Única 
Notre Dame 

Amém